Análise: A Bela e a Fera (Live Action) – Sem Spoilers!

A história da Bela e a Fera já foi reproduzida e adaptada inúmeras vezes. Em 1991 a Disney fez sua própria adaptação, que acabou se tornando o primeiro filme de animação a ser indicado ao Oscar de Melhor FilmeCom a popularização dos filmes live actions nos últimos anos, não foi surpresa que a Disney tenha resolvido recriar esse grande sucesso. 

Antes de tudo, o filme está belíssimo. Mesmo que eu não tivesse gostado da forma como a história foi conduzida, teria valido a pena somente por esse espetáculo. Mesmo uma leiga em especificidades técnicas como eu, percebe que o design de produção e fotografia do filme estão impecáveis. 

Quanto à adaptação, pelo trailer já dava para perceber que estava bem fiel à animação. Apesar das semelhanças e referências, a versão live action tem seu diferencial.


Pontos Positivos

Na minha opinião, uma das principais vantagens dessa adaptação foi terem aproveitado para explorar mais aspectos da história que foram pouco desenvolvidos na animação.

Também há o acréscimo de muitas referências ou curiosidades que embora não comprometessem a qualidade da versão anterior, enriquece essa. Aqui descobrimos o que houve com a mãe da Bela e como ela e o pai foram parar naquela vila do interior; Zip usa o pires como uma espécie de skate, fazendo muitas manobras arriscadas. O que provavelmente é a causa de ter uma parte lascada; A Fera prende Maurice depois que ele arranca uma rosa do seu jardim, uma referência ao conto de fadas original;

MALDIÇÃO

Assim como na animação, a história se inicia com a origem da Fera. No entanto, aqui vemos mais claramente a personalidade do príncipe. Ao longo do filme, temos mais detalhes de como príncipe ficou daquele jeito tão arrogante. Vemos também uma justificativa do por quê os criados não se revoltaram contra a Fera, “responsável” por eles estarem nessa situação.

ROMANCE

Gostei muito das cenas que desenvolvem a relação entre a Bela e a Fera. Além das cenas já vistas na animação, somos apresentados à novas e algumas modificações. Não falarei muito sobre para não dar spoiler, mas a minha parte favorita disso é a Fera ser um leitor assim como a Bela. Afinal, ela era tida como a esquisita da cidade justamente por ler e sonhava encontrar alguém com quem compartilhar isso. Na animação, embora a Bela ensine a Fera a ler e ele aprecie isso, no live action ele já tinha esse hábito, apesar de no início desdenhar dos livros que a Bela gosta.

EMPODERAMENTO

Bela já era uma personagem empoderada, que foge ao esteriótipo de princesa frágil, indefesa e submissa. Afinal, ela lê, algo não bem visto para uma mulher na época, é inteligente e independente. Não se submete às opiniões dos moradores da vila e tampouco às vontades dos seus pretendentes, Gaston e Fera. E não hesita reprendê-los quando acha que deve.

No entanto, alguns detalhes foram adicionados no live action que reforçaram ainda mais essas características. Em vez de ajudante do pai, aqui a Bela é a própria inventora. E ela não apenas lê, como também ensina outras meninas a lerem. Isso aumenta ainda mais sua “estranheza” perante o  povo da cidade, alguns tendo até raiva pela ousadia. Outro fato que achei interessante foi quando Bela já está bem próxima da Fera e aparentemente conformada com sua condição de prisioneira. Entretanto, quando a Fera pergunta se ela está feliz lá, Bela retruca: “é possível ser feliz sem ser livre?”. Ou seja, por mais que a vida no castelo seja boa, de nada adianta se ela não está lá por livre-arbítrio. Depois a Fera entende e respeita isso, libertando-a.

DIVERSIDADE DOS PERSONAGENS

Vemos no filme uma variedade no elenco padrão de Hollywood com a presença de vários atores negros e alguns homossexuais, um deles inclusive podendo ser visto como Drag Queen. Tudo de forma muito natural. Aqui, o LeFou também deixa de ser somente o ajudante atrapalhado e bobão do Gaston. Nessa versão, ele continua sendo um alívio cômico, porém vemos mais desenvolvimento no personagem, que apesar da profunda admiração nutrida pelo seu herói, fruto de uma atração romântica, não fica cego para seus erros.

Poderia ter sido melhor

Pessoalmente, o filme como um todo foi muito bom. Porém, algumas coisas ficaram um pouco a desejar.

ATUAÇÃO

Alguns dos personagens estão muitíssimo bem interpretados, como o Gaston, LeFou, Lumière e Horloge. Quanto a Bela e a Fera, protagonistas da trama, não achei do mesmo nível. Não é que esteja ruim, mas também não está ótimo. Como fã da Emma Watson, confesso que esperava mais dela.

MALDIÇÃO

Já que se deram o trabalho de desenvolver mais a história em vários pontos, senti falta de se aprofundarem quanto à feiticeira. Não falarei mais para não acabar revelando nada, mas vários questionamentos me vieram em relação a ela. Além disso, um dos motivos dados para o comportamento da Fera ainda enquanto Príncipe é o pai, mas não explicaram direito isso.

 CONFORMAÇÃO

Já que a Bela era tão determinada e engenhosa, por que ela não tentou fugir do castelo outra vez? Sei que da primeira vez teve toda a questão dos lobos e tudo mais, mas ela simplesmente desiste de tentar. Tanto na animação como nessa versão, é algo que não fica claro para mim.


A Bela e a Fera é uma ótima história e um grande clássico da Disney, muito bem recriada nessa versão live action. O filme mantêm a essência da animação, sem carecer de personalidade. Inclusive, melhora muitos aspectos do antecessor.

Para alguns pode não ter a mesma magia do filme que assistimos quando crianças, pois nesse caso há toda uma carga emocional de nostalgia envolvida. Porém, acho difícil para qualquer fã não se emocionar com o espetáculo visual, que está de tirar o fôlego.

Lembrando que não sou crítica de cinema, nem pretendo ser. E você, tá esperando o que para assistir? E se já tiver visto, o que achou do filme? 

Relacionados

28 Comentários

  1. ainnn quando ví o título pensei: esse eu posso ler sem contarem o filme inteiro kkkkkkkkk, eu não vi ainda mas to louca pra ver … agora críticas positivas e negativas sempre vão existir neah ? nada agrada todo mundo… Beijinhos ❣💕

  2. Estou morrendo de vontade de assistir, mas está difícil convencer os homens daqui de casa (tenho 2 filhos de 6 e 11 anos e o marido que falam que é filme de menina. Uma bobeira, não é?) Adorei sua resenha, me deixou com mais vontade de ver! Parabéns! bjs

  3. Eu amei o filme, chorei muito e não tinha achado nenhum defeito até começar a ler as criticas e dai comecei a ver que teve falhas sim. Mas o mais importante é a magia que o filme trás para nossas vidas. Adorei o post. bjs

  4. Achei o filme muito bom, principalmente nessa parte visual!
    Está impecável e as atuações também me agradaram bastante, gostaria de rever na versão legendada. Quando fui ao cinema só tinha dublado no horário que eu podia assistir 🙁
    O bom é que eu tenho a desculpa de ir mais uma vez ao cinema <3
    Beijo!
    Colorindo Nuvens

  5. Eu amei esse filme, não tenho uma virgula a falar a não ser que ele ficou melhor do que eu esperava, incrível a produção, a fotografia, as trilhas sonoras, tudo perfeito! O lançamento do filme foi na minha infância e me acompanhou um bom tempo e, esse lançamento foi tão incrível quanto o lançamento do desenho <3

  6. Acredita que ainda não vi esse filme? Na vez que ia decidida para ir ver ao cinema a sala estava cheia, e a sessão seguinte também! Acabei por não ver, e estou a espera de conseguir ver. Mas cada vez que leio este tipo fico mesmo com vontade de ver. Acho que não vou ficar desiludida 😀

  7. Provavelmente sou a única pessoa que ainda não assistiu esse filme, mas pelo o que andei lendo, parece estar incrível, então, quando tiver a oportunidade, não irei pensar duas vezes. Eu amei todos os pontos positivos que você citou e com certeza irei concordar com o fato da Bela não tentar fugir outra vez, pois assim há uma controvérsia na personalidade dela. Eu quero muito ver esse filme, mas confesso que fiquei com um pé atrás depois que você falou sobre a atuação da Emma, porque minhas expectativas estão altas em relação a isso. De qualquer forma, parabéns pela resenha. Incrível!

    1. É uma questão muito pessoal também. Eu amei o filme, mas já vi umas críticas bem pesadas. Quanto à Emma, ela não está ruim, só que eu tava esperando muito dela, já que no Harry Potter ela é totalmente a Hermione pra mim. Por outro lado, vi muitas pessoas achando perfeita, então vai de cada um 😉
      Que bom que gostou da resenha, espero que goste do filme também!

Responder